“Abu Hassan insistia em dizer:

‘Pensar sobre os assuntos deste mundo não tem nada a ver com o tema do caminho Dervixe.

Pensar sobre o próximo mundo não tem nada a ver com o tema do caminho Dervixe.

Eles relacionam-se entre si como o ontem com o amanhã.

O Hoje — algo similar, mas que tem sua própria individualidade — este é o tema do caminho Dervixe.’”

Idries Shah, “Dervishness”

“The Dermis Probe”

Uma manhã um velho Cherokee contou a seu neto acêrca de uma batalha que ocorre no interior das pessoas. Ele disse, “Filho, a batalha é entre dois lobos que habitam dentro de nós. Um é malvado – é ira, inveja, ciúmes, tristeza, pesar, … avareza, arrogância, autopiedade, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, falso orgulho, superioridade e ego. – O outro é bom – É alegria, paz, amor, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé”.

Seu neto meditou sobre aquilo um minuto, e logo perguntou a seu avô: “E qual deles ganha?”

O velho cherokee respondeu: “Aquele ao qual tu alimentes”.

Memória oral